EFE/PRENSA MIRAFLORES
EFE/PRENSA MIRAFLORES

Maduro convoca população a ajudar no ‘renascimento do bolivarianismo’

Em seu programa televisivo semanal, o presidente venezuelano pediu que a população participe de um ‘grande Congresso nacional’ e garantiu que ‘haverá um grande renascimento que irá sacudir o ano de 2016’

O Estado de S. Paulo

30 de dezembro de 2015 | 11h18

CARACAS - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, convocou na terça-feira diferentes setores da sociedade venezuelana a participarem de um "grande Congresso nacional", a partir da segunda quinzena de janeiro, com o objetivo de conseguir o "renascimento do bolivarianismo" no país.

"Eu acho que chegou o momento para convocar um grande Congresso da pátria para elaborar as linhas mestras da contraofensiva revolucionária e do renascimento do bolivarianismo", disse Maduro em seu programa televisivo semanal.

O líder venezuelano garantiu que "haverá um grande renascimento que irá sacudir o ano de 2016", após a derrota do governo chavista nas eleições legislativas de 6 de dezembro, nas quais a oposição ganhou a maioria na Assembleia Nacional.

O governante Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) e outros partidos governistas obtiveram 55 cadeiras, menos da metade dos 112 da oposição, que terá a maioria de dois terços do Parlamento na nova legislatura que se inicia no dia 5 de janeiro.

"Peço toda a colaboração de todas as forças da pátria para darmos um novo impulso revolucionário, um grande renascimento", disse.

Maduro afirmou que "todos estão convocados", entre eles "as correntes populares, o movimento de intelectuais, o movimento da cultura, os partidos políticos, os grupos de opinião, as forças sindicais, a força da classe operária, as força camponesas e o movimento da diversidade sexual". /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.