Maduro e Capriles devem registra hoje suas candidaturas

Os dois homens que participarão da eleição para substituir o Hugo Chávez na presidência da Venezuela vão registrar suas candidaturas para o pleito, marcado para 14 de abril, nesta segunda-feira.

Agência Estado

11 de março de 2013 | 12h40

Nicolás Maduro, escolhido sucessor pelo próprio Chávez, pediu a seus partidários que o acompanhem à Comissão Eleitoral Nacional mais tarde, nesta segunda-feira. O opositor Henrique Capriles também deve preencher os formulários eleitorais ainda hoje.

A campanha não começa oficialmente até 12 de abril, mas os dois lados já estão atacando um ao outro e pedindo apoio dos venezuelanos, que pela primeira vez em 14 anos participarão de uma eleição sem a presença de Chávez.

Maduro, de 50 anos, pediu apoio de todos para chegar à presidência porque esta é a vontade "do comandante".

Capriles acusa Maduro, o presidente interino, de fazer política com o corpo de Chávez. Já Maduro denunciou Capriles por difamar o líder morto, que sucumbiu ao câncer no dia 5 de março.

Enquanto isso, Caracas retorna ao seu ritmo normal, com a reabertura de escolas, empresas e órgãos públicos, além do pesado tráfego nas ruas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaeleiçãoMaduroCapriles

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.