AP Photo/Ariana Cubillos, File
AP Photo/Ariana Cubillos, File

Maduro manda fechar fronteira com Colômbia por 72 horas para atacar 'máfias'

O presidente venezuelano determinou em agosto do ano passado o fechamento da fronteira como medida para conter o contrabando de gasolina e alimentos

O Estado de S. Paulo

12 Dezembro 2016 | 22h05

CARACAS - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta segunda-feira, 12, que ordenou o fechamento da fronteira com a Colômbia por 72 horas para enfrentar as "máfias" que operam na região e , segundo ele, se ocupam do contrabando da moeda venezuelana.

"Capturamos 64 milhões de bolívares que estavam passando por atalhos e por caminhos, por isso decidi fechar a fronteira com a Colômbia por 72 horas", disse Maduro em rede obrigatória de rádio e televisão no palácio presidencial de Miraflores. 

Em agosto, Venezuela e Colômbia reabriram a passagem de pedestres pela fronteira binacional, após ter ficado fechada por um ano por Caracas. 

Nicolás Maduro determinou em agosto do ano passado o fechamento da fronteira como medida para conter o contrabando de gasolina e alimentos. Desde então, a crise econômica na Venezuela, marcada pela escassez e a inflação, se agravou. / EFE 

 

Mais conteúdo sobre:
Venezuela Nicolás Maduro Colômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.