Maduro nasceu em seu país

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, está provado, é venezuelano. Outra versão foi levantada pelo advogado Guillermo Cochéz, ex-representante do Panamá na Organização dos Estados Americanos (OEA). Para ele, Maduro é colombiano e, por isso, deve ser destituído do cargo e preso.

O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2013 | 02h10

Ontem, o governo da Colômbia garantiu que o documento apresentado pelo ex-diplomata é falso. "Esse é um documento que não contém as características dos nossos registros", disse Carlos Alberto Arias, diretor nacional do Registro Nacional de Civis da Colômbia. Na certidão em poder do panamenho, Maduro nasceu na cidade fronteiriça de Cúcuta, em 20 de novembro de 1961. Segundo dados oficiais, o presidente da Venezuela nasceu em 23 de novembro de 1962, na capital.

Mesmo desmentida oficialmente, a oposição venezuelana pegou carona na versão, em uma pressão semelhante à feita nos EUA pelos republicanos sobre Barack Obama - para eles, o presidente não nasceu no Havaí, mas no Quênia.

Henrique Capriles, candidato derrotado à presidência em abril, quer que Maduro apresente sua certidão de nascimento da Venezuela. "Onde você nasceu, Nicolás? Os venezuelanos têm dúvidas! Vai mentir? Mostre sua certidão", ordenou. Afinal, o artigo 27 da Constituição da Venezuela estabelece que o presidente deve ser natural do país. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.