Maduro volta a Caracas após visitar Chávez em Cuba

O vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, fez um retorno repentino a Caracas nesta tarde de quinta-feira, após fazer uma visita de uma semana ao presidente Hugo Chávez, em Cuba, que luta contra um câncer e contra as complicações decorrentes de uma cirurgia para a retirada do tumor.

EQUIPE AE, Agência Estado

03 de janeiro de 2013 | 23h05

Maduro fez poucos comentários sobre o estado de saúde do líder, quando as redes de TV fizeram um corte em sua programação habitual para mostrar imagens ao vivo do vice-presidente de pé em uma unidade estatal de processamento de café na periferia de Caracas.

Maduro afirmou que havia estado em Cuba "acompanhando" o presidente, e em seguida passou a falar aos trabalhadores da unidade cafeicultora sobre seu "estilo socialista" e seu processo industrial de empacotamento. Ele parecia estar bem-humorado enquanto falava aos "revolucionários trabalhadores" da fábrica.

Ao lado de Maduro, o que foi também uma surpresa, estava o presidente da Assembleia Nacional Diosdado Cabello, que apenas 24 horas atrás havia supostamente voado a Cuba, em meio às preocupações sobre o quadro "delicado" de saúde de Chávez.

Chávez sofreu uma cirurgia para a retirada de um câncer no dia 11 de dezembro e, desde então, não foi visto nem ouvido, aumentando as preocupações sobre sua saúde, além de gerar especulações sobre se ele estaria preparado para assumir, em 10 de janeiro, o mandato de mais seis anos como presidente. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaChávezMaduro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.