Mãe de Bin Laden não acredita na culpa do filho

A mãe de Osama bin Laden disse que seu filho é "um bom muçulmano e uma pessoa muita boa" para ter planejado os ataques de 11 de setembro nos Estados Unidos, noticiou hoje um tablóide inglês. Alia Ghanem contou ao The Mail on Sunday que ela não concorda com a visão política de Bin Laden, mas está convencida de que ele não está por trás dos ataques aéreos ao World Trade Center e Pentágono que mataram milhares de pessoas."Osama sempre foi um filho muito bom para mim", disse Ghanem a Khalid Batarfi, editor do jornal da Arábia Saudita Al-Medina, que conversou com ela para a entrevista do jornal inglês. "Eu o amo e me preocupo com ele. Não acredito nas coisas terríveis que dizem que ele fez. Creio sim que as evidências contra ele não são sólidas."Ghanem criticou o videotape exibido pelas autoridades dos EUA, que mostra seu filho aparentemente se gabando dos ataques em Nova York e Washington. "Ele é um muçulmano muito bom para ter feito o que o vídeo sugere que ele fez", avaliou a mãe do terrorista, a quarta esposa do executivo Mohammed bin Laden. A família Bin Laden tem se recusado a dar entrevistas à imprensa ocidental desde 11 de setembro

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.