Mãe de Hillary Clinton morre aos 92 anos

Dorothy Rodham, mãe da secretária de Estado norte-americana Hillary Rodham Clinton e sogra do ex-presidente Bill Clinton, morreu nesta terça-feira aos 92 anos. Segundo a família, ela estava doente e morreu pouco depois da meia-noite, cercada por sua família, num hospital de Washington.

AE, Agência Estado

01 de novembro de 2011 | 17h04

A secretária de Estado havia cancelado uma viagem para Londres e Istambul para ficar ao lado da mãe.

Em comunicado, a família Clinton disse que Dorothy Rodhan foi uma mulher que "superou o abandono e as dificuldades quando jovem e se tornou uma mulher notável, carinhosa, generosa e forte. Uma intelectual, uma mulher que contava grande piadas e sempre entendia o significado das anedotas. Uma amiga extraordinária e, acima de tudo, uma esposa, mãe e avó amorosa."

A família Clinton pretende realizar um funeral apenas para pessoas próximas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAHillary Clintonmãemorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.