Mãe de Ingrid critica vazamento de carta

Yolanda Pulecio, mãe da ex-senadora colombiana Ingrid Betancourt, refém há cinco anos das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), criticou ontem o vazamento de uma carta da filha encontrada na última semana em Bogotá. "Recebi uma cópia péssima", disse Yolanda, que pensa em processar a procuradoria colombiana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.