Mãe que deu à luz logo após o terremoto passa bem

Ela batizou a filha de Lulu, em homenagem à médica brasileira que fez o parto na base militar.

BBC Brasil, BBC

18 de janeiro de 2010 | 17h06

A haitiana que deu à luz em Porto Príncipe duas horas após o terremoto com auxílio de militares brasileiros se recupera bem, informou nesta segunda-feira a Agência Brasil (ABr).

Sua filha, que também passa bem, foi batizada de Lulu. O nome é uma homenagem a tenente Lucimar, a médica brasileira que fez o parto.

Em entrevista na última quarta-feira, o capitão médico Fabrício Almeida de Moura disse que a criança estava bem, mas que ele temia pela vida da mãe por causa de uma hemorragia que não cessava.

Nesta segunda-feira, porém, a enviada da ABr ao Haiti, Luciana Lima, informou à BBC Brasil que a mulher de 26 anos, cujo nome é Veniese Antoine, conseguiu se recuperar.

Além dela, outras duas mulheres haitianas tiveram de dar à luz no hospital improvisado da base Charlie, onde a maior parte do efetivo brasileiro se concentra.

Manoecheca Norency e Chleg Dumont foram auxiliadas pela médica Daniela na hora do parto. Por isso, batizaram suas filhas de Daniela e Dani, respectivamente. Todas passam bem.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
haitiexércitopartohemorragia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.