Mães dos EUA recebem crianças adotadas na Rússia

Após semanas de ansiedade e muitas despesas, duas mulheres americanas receberam a custódia de crianças com síndrome de Down adotadas na Rússia e se preparam para levá-las para casa.

AE, Agência Estado

11 de fevereiro de 2013 | 19h48

Jeana Bonner de South Jordan, no estado de Utah, e Rebecca Preece, de Nampa, em Idaho, contaram hoje à Associated Press as confusões e oscilações emocionais que enfrentaram desde que chegaram à Moscou em meados de janeiro, esperando partir rapidamente com seus filhos.

Apesar de problemas de último minuto causados pela recente proibição pelo governo russo de novas adoções por americanos, elas venceram. Preece diz que a conquista "nos deixa esperançosos em relação a outras famílias que conheceram seus filhos e realmente gostariam de finalizar a adoção." As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússiaadoção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.