Máfia italiana executa 6 em cidade da Alemanha

Crimes seriam acerto de contas interno da N''''drangheta

THE GUARDIAN E AP, O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2016 | 00h00

Seis italianos envolvidos com a máfia da Calábria, conhecida como N''''drangheta, foram executados ontem em Duisburg, no Estado da Renânia Westfalia, oeste da Alemanha, numa ação considerada inédita pelas autoridades italianas.As vítimas - Tommaso Venturi, de 18 anos, Francesco Pergola, de 21, Marco Pergola, de 19, Marco Marmo, de 25, Sebastiano Strangio, de 38, e Tommaso Francesco, de 16 - deixavam uma pizzaria, onde comemoraram o aniversário de Venturi, quando foram atingidos. Cinco corpos foram encontrados ao lado de dois carros. A sexta vítima morreu a caminho do hospital. Os seis pertenceriam ao clã Pelle-Vottari, que desde 1991 está envolvido numa disputa sangrenta com o Nirta-Strangio, na chamada ''''vendetta di San Luca'''', cidade de ambos os grupos. A disputa começou quando jovens dos clãs rivais jogaram ovos, uns contra os outros, e trocaram insultos durante uma festa da cidade. Desde então, 11 pessoas morreram em acertos de contas.Segundo o vice-ministro do Interior da Itália, Marco Minniti, os assassinatos de Duisburg são ''''um avanço preocupante'''' da atuação da N''''drangheta. Com cerca de 10 mil membros, ela tornou-se a organização criminosa mais poderosa da Itália, desbancando a Cosa Nostra e a Camorra. A máfia da Calábria surgiu no século 19 como mecanismo de defesa de trabalhadores rurais contra a aristocracia italiana. Hoje, estima-se que o grupo arrecade US$ 30 bilhões com o tráfico de drogas, armas e extorsões. Além disso, a N''''drangheta mantém atividades legais, como construtoras, supermercados e restaurantes.Ao contrário de outras máfias italianas, a N''''drangheta baseia-se em vários grupos familiares de diferentes cidades da região da Calábria. Isso dificulta o trabalho das autoridades, já que é raro que a polícia consiga informantes. A institucionalização da União Européia também facilitou a proliferação de organizações mafiosas, já que o livre trânsito facilitou o deslocamento pelas fronteiras. Atualmente, 4 mil italianos moram em Duisburg, que até então viviam de maneira discreta. COMO É A N''''DRANGHETA>Origem: A ''''Sociedade de Honra'''' da Calábria, conhecida como N''''drangheta, surgiu como mecanismo de defesa de trabalhadores rurais contra donos de terra, no século 19>Como funciona: Diferentemente de outros grupos mafiosos, que têm uma estrutura hierárquica piramidal, a N''''drangheta baseia-se em vínculos de sangue, casamentos e apadrinhamentos. Cada grupo tem o nome de sua vila ou do chefe da família>Expansão: Durante o processo de industrialização da Itália no século 20, o grupo começou a traficar armas e drogas>Hoje: Em 2004, autoridades italianas descobriram redes de tráfico de drogas do grupo na América do Sul, Europa e África. Atualmente, a N''''drangheta controla 80% do tráfico de cocaína para a Europa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.