Máfias italianas enfrentam ofensiva desde os anos 90

A ofensiva do governo italiano contra o crime organizado intensificou-se a partir da década de 90, quando investigações da Operação Mãos Limpas passaram a determinar as prisões de inúmeros membros das máfias italianas. Ao verem seus delitos revelados, políticos e empresários da Itália chegaram a cometer suicídio. A prisão de Salvatore Riina, em 1993, chefão da Cosa Nostra acusado de arquitetar o assassinato do juiz Giovanni Falcone, no ano anterior, marcou o início da ofensiva antimáfia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.