Mafioso é capturado em clube militar da Colômbia

O suposto chefe de um bando criminoso a serviço do narcotráfico foi preso quando se encontrava instalado em uma suíte de um clube de oficiais militares em Bogotá, informaram autoridades colombianas. Segundo o diretor da polícia judiciária Oscar Naranjo, trata-se de Jaime Londoño - um dos chefes, ao lado de seu irmão John Jairo, da quadrilha Los Yiyos, que tem em Cáli o seu centro de operações e trabalha para o cartel do Norte del Valle, atualmente o mais importante bando de narcotráfico do país.O insólito caso de um suposto chefe de bando criminoso se alojar em um clube militar vem à tona em meio a uma série de escândalos de corrupção que afetam algumas unidades da força pública. O mafioso "se instalou nas dependências do clube nesta semana, usando uma senha e uma cédula de identidade, ambas falsas, graças à ajuda de um suboficial reformado da Marinha nacional", informou Naranjo por telefone. Ao ser detido, Jaime tinha em seu poder dois revólveres, 13 telefones celulares, o equivalente a US$ 8.900 e dois veículos à sua disposição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.