Mafioso russo sobrevive à tentativa de assassinato

O líder da uma das maiores organizações criminosas da Rússia, Aslan Usoyan, de 73 anos, sobreviveu a uma tentativa de assassinato hoje em Moscou. Usoyan e seu guarda-costas receberam vários tiros, disparados por um desconhecido, logo após deixarem um edifício no centro da cidade.

AE, Agência Estado

16 de setembro de 2010 | 19h48

Os procuradores russos desmentiram as notícias de que ele havia sido morto, veiculadas mais cedo pela polícia russa. Um oficial da polícia disse à agência de notícias Interfax que a morte de Usoyan foi deliberadamente anunciada, para garantir a segurança do criminoso, que agora está internado em um hospital. "Os dois agora estão num hospital moscovita, ambos estão vivos", disse o policial.

Usoyan, conhecido também como "Vovô Hassan", é um dos líderes mais influentes da máfia russa e controla vários grupos criminosos no Norte do Cáucaso. O policial disse que Usoyan recebeu tiros no abdômen e está sendo operado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
tentativaassassinatomafiosoRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.