Mágico nova-iorquino não consegue bater recorde de mergulho livre

O mágico David Blaine, considerado por muitos o novo Houdini, falhou em sua tentativa de bater o recorde mundial de mergulho livre, prendendo a respiração, depois de permanecer uma semana submerso numa esfera transparente cheia de água em Nova York.Blaine, um nova-iorquino de 33 anos, conseguiu superar o cansaço e os problemas físicos, e estabelecer um novo recorde mundial de permanência numa piscina cheia de água. Foram 177 horas no total. Entretanto, ficou a quase dois minutos de melhorar a marca de mergulho livre, prendendo a respiração.Esgotado pelo esforço e com espasmos musculares, Blaine saiu da prisão aquática com a ajuda de seus assistentes. Ele passou sete minutos e oito segundos sob a água, fracassando na tentativa de superar a marca de oito minutos e 58 segundos."Obrigado, Nova York. Obrigado pelo apoio", disse o ilusionista, com voz fraca e respiração irregular, às milhares de pessoas que assistiram à tentativa. Nos sete minutos e oito segundos, Blair precisou se soltar das correntes de 70 quilos que o prendiam ao fundo da jaula em forma de aquário."Foi uma semana muito dura, mas todos me ajudaram com sua presença e seu espírito", disse Blaine. Nos últimos sete dias ele havia permanecido debaixo d´água, mantido por um sistema de respiração mas sem acesso a alimentos.Os nova-iorquinos não se cansaram de apoiar o mago durante os últimos sete minutos. Mas ele mesmo havia advertido que não se encontrava em bom estado físico.Ao sair da esfera, o mago foi levado de ambulância do Lincoln Center a um hospital de Manhattan, para verificação de seu estado clínico e iniciar a recuperação. Segundo membros de sua equipe, ele perdeu entre 5 e 8 quilos, além de sofrer feridas na pele.Quer ser maior que HoudiniA relação de Blaine com a mágica começou aos 4 anos, quando ficou fascinado ao ver um truque de cartas no metrô de Nova York. Sua mãe, descendente de ciganos, teria então se encarregado de ajudar o menino a desenvolver seu potencial.O ilusionista tem se esforçado para a superar seu ídolo, o Grande Houdini, o mágico mais famoso de todos os tempos.Blaine pouco a pouco foi formando seu próprio mito. Primeiro, atuando como mago nas ruas. Depois, mostrando seu talento em festas organizadas por alguns dos nomes mais brilhantes do "star system" nova-iorquino, como Al Pacino, Robert de Niro e Jack Nicholson.A fama permitiu que Blaine chegasse à televisão, com um especial da rede ABC, em 1997. Em 1999, o "Mágico do Milênio", como é chamado por seus admiradores, foi enterrado vivo. Um ano depois, permaneceu 62 horas dentro de um bloco de gelo em Times Square.Em outro especial de TV, conseguiu permanecer imóvel por 35 horas sobre uma coluna de 30 metros de altura e 55 centímetros de diâmetro, no centro de Manhattan.No entanto, sua maior façanha foi permanecer 44 dias em uma caixa de cristal sobre o Rio Tâmisa, de Londres, no outono de 2003, sobrevivendo apenas com água.O mágico nova-iorquino tem sido acusado de utilizar dublês, ilusões com espelhos e uma série de truques para superar seus desafios. Mas as denúncias nunca foram provadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.