Magistrado guatemalteco é assassinado em ônibus

Um magistrado da Suprema Corte de Justiça da Guatemala foi assassinado por um desconhecido que abriu fogo contra o juiz dentro de um ônibus, informou a polícia local.De acordo com policiais, o magistrado Julio Roberto Paredes atuava como magistrado titular da 14ª Vara de Apelações de Cobán, para se dirigia o ônibus no qual viajava.O ataque ocorreu apenas alguns minutos depois de o veículo ter saído de um terminal no centro da capital guatemalteca. Segundo testemunhas, o atirador subiu no ônibus, executou a vítima e fugiu em seguida. Não houve mais vítimas. A polícia está investigando o caso e procura pelo suspeito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.