Mahmoud Abbas cumprimenta a vitória do Kadima

A Comissão Eleitoral israelense anunciará nesta quinta-feira à noite os resultados da apuração final dos votos das eleições gerais realizadas na terça-feira para se constituir o Parlamento do Estado de Israel.Os resultados conhecidos até agora se baseavam em 99,7% dos votos apurados e não incluíam 200 mil cédulas de eleitores que votaram em centros eleitorais afastados de seus lugares de residência.A apuração destes votos, que foram colocados em envelopes azuis, será feita nesta quinta-feira no Parlamento israelense (Knesset), informam os meios de comunicação locais.A apuração dos últimos votos corresponde ao de soldados, carcereiros, presos, pacientes hospitalizados incapacitados e funcionários israelenses em missões especiais no exterior, que não puderam ir às sessões eleitorais.Segundo os resultados da madrugada de quarta-feira, o partido de centro-direita Kadima, conseguiu 28 das 120 cadeiras do Parlamento, seguido pelo Partido Trabalhista, com 20, o sefardita Shas, com 13, o nacionalista Israel é a Nossa Casa, com 12, o Likud, com 11, a coalizão União Nacional-Partido Religioso Nacional com nove e o Partido dos Aposentados, com sete.Além disso, o ultra-ortodoxo Judaísmo Unido da Torá obteve seis; o bloco pacifista Meretz, quatro; a formação árabe Ra´am-Tal, quatro; o árabe comunista Hadash, três, e o também árabe Balad, três.Os resultados oficiais das eleições serão anunciados no próximo dia 4 de abril.De ParisO presidente francês, Jacques Chirac, ligou para o primeiro-ministro interino de Israel, Ehud Olmert, para felicitá-lo após as eleições e fez votos "por Israel e pela paz neste novo capítulo", informou nesta quinta-feira o Palácio do Eliseu.Segundo o porta-voz do Palácio do Eliseu, Chirac convidou Olmert a visitar Paris quando puder.O chefe de Estado ressaltou a importância que a França concede a suas relações de "amizade e confiança" com Israel e deseja que "esta dinâmica" seja mantida, após a potencialização destes laços durante a visita de Ariel Sharon a Paris em 2005, acrescentou o Palácio do Eliseu.Abbas conciliaO presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, parabenizou nesta quinta-feira o primeiro-ministro interino de Israel, Ehud Olmert, pela vitória de seu partido Kadima nas eleições parlamentares em Israel na terça-feira, e o convidou a trabalhar com ele pela paz.Segundo um comunicado divulgado pela agência oficial de notícias palestina Wafa e confirmado pelo escritório de imprensa do governo israelense, Abbas telefonou para Olmert para felicitá-lo.Olmert também falou nesta quinta-feira por telefone com o primeiro-ministro australiano, John Howard, que desejou sucesso na formação de um novo Executivo e destacou as privilegiadas relações bilaterais entre os dois países.O premier australiano aceitou o convite de Olmert para visitar Israel, e se comprometeu a fazer isso no segundo semestre deste ano.Após ser parabenizado na última quarta-feira pelo presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, que o convidou para visitar a Casa Branca, Olmert recebeu os parabéns do presidente egípcio, Hosni Mubarak, com quem acertou um encontro após a constituição do novo governo.O primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair; o canadense, Stephen Harper; o japonês, Jumichiro Koizumi; a chanceler alemã, Angela Merkel, além do secretário-geral da ONU, Kofi Annan, e do alto representante de Política Externa e Segurança Comum da UE, Javier Solana, ligaram para Olmert a fim de parabenizá-lo e mostrar seu apoio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.