Efe
Efe

Mahmoud Abbas e Sarkozy tentarão relançar processo de paz

Encontro ocorrerá na quinta-feira; Paris quer que União Europeia reconheça o Estado palestino

Efe,

20 de abril de 2011 | 09h26

PARIS - O presidente da Autoridade Palestina (AP), Mahmoud Abbas, visitará na quinta-feira, 21, o presidente francês Nicolas Sarkozy para "estudar as modalidades de recuperação do processo de paz no Oriente Médio", afirmou nesta quarta-feira, 20, um porta-voz do governo da França.

 

Veja também:

especialInfográfico: As fronteiras da guerra no Oriente Médio

especialLinha do tempo: Idas e vindas das negociações de paz

 

Abbas vai analisar a realização de uma nova conferência de doadores para a criação de um Estado palestino. O evento deve ocorrer em junho em Paris. Na França, o presidente da AP também deve se reunir com o primeiro-ministro, François Fillon, e com o ministro das Relações Exteriores, Alain Juppé.

 

Segundo o porta-voz francês, as autoridades do país pretendem "prosseguir, em conjunto com a comunidade internacional, sua política de apoio ativo à criação das instituições do futuro Estado palestino".

 

O governo da França reiterou que a criação de um Estado palestino é "indispensável" para que se consiga um acordo de paz duradouro no Oriente Médio e ressaltou que "os palestinos estão mais prontos do que nunca" para ter esse Estado.

 

Nos últimos dias, Juppé deixou claro que a França trabalha para que a União Europeia avance rumo ao reconhecimento do Estado palestino.

 

Abbas e as autoridades francesas também devem falar sobre a situação política dos territórios palestinos ocupados. Segundo a Efe, a França deve mostrar seu apoio as iniciativas do presidente palestino para acabar com a divisão atual entre a Faixa de Gaza e a Cisjordânia.

Tudo o que sabemos sobre:
Oriente MédioIsraelPalestina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.