Maior gerador nuclear da China é conectado à rede elétrica

O maior gerador nuclear chinês, com capacidade de 1.060 megawatts, foi conectado à rede elétrica nacional, anunciou a Corporação Nacional Nuclear da China (CNNC) em comunicado divulgado hoje pela imprensa oficial.Trata-se do gerador número um da usina nuclear de Tianwan, na próspera província oriental de Jiangsu, e cuja construção teve início em 1999 com ajuda russa e faz parte do maior projeto de cooperação econômica entre ambos os países.Um segundo gerador, e com a mesma capacidade, começará a funcionar no final deste ano, elevando em 30% a capacidade energética nuclear do país, para 9.100 megawatts, segundo a CNNC.O projeto custou US$ 3,3 bilhões, e os dois geradores estão dotados de tecnologia russa para pressurização de água, que funcionará de forma "mais segura", segundo a agência "Xinhua".Em uma clara aposta por energia nuclear, o Governo pretende dispor em 2020 de cerca de 40 reatores, para cobrir 4% de suas necessidades energéticas (frente aos 2% atuais).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.