Maior grupo de oposição comemora 'dia da vitória' no Egito

Um integrante da Irmandade Muçulmana, maior grupo de oposição do Egito, disse que os egípcios alcançaram o principal objetivo de seus protestos após a renúncia do presidente Hosni Mubarak, nesta sexta-feira.

REUTERS

11 de fevereiro de 2011 | 15h53

"Eu cumprimento o povo egípcio e os mártires. Este é o dia da vitória para o povo egípcio. O principal objetivo da revolução foi alcançado", afirmou à Reuters Mohamed el-Katatni, ex-líder do bloco parlamentar da Irmandade.

Katatni disse que a Irmandade aguarda os próximos passos a serem tomados pelo Conselho Militar, que assumiu o controle do país após a decisão de Mubarak.

(Por Marwa Awad)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOIRMANDADE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.