Maioria de crianças órfãs após terremoto na China já tem lares

A maior parte das crianças que ficaramórfãs após o terremoto devastador que atingiu a província deSichuan, na China, em maio, encontraram novos lares comfamiliares, restando agora 88 delas para adoção, informou amídia estatal neste sábado. Dezenas de milhares de famílias chinesas ofereceram larespara os órfãos após o desastre que matou pelo menos 70 milpessoas. Autoridades locais chegaram a estimar o número de órfãos em2 mil, mas a agência de notícias estatal Xinhua reportou que ovice-diretor do Departamento de Defesa Civil de Sichuan, ChenKefu, fez o cálculo de 532 crianças. Das 240 crianças abaixo de 14 anos --a idade de corte paraadoções--, apenas 88 não haviam conseguido lares com outrosfamiliares, segundo Chen. Apenas casais chineses sem filhos próprios e com mais de 30anos são candidatos, disse a Xinhua. (Por Jason Subler)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.