Maioria dos britânicos quer renúncia de Blair em até um ano

Mais da metade dos britânicos, 57%, quer que o primeiro-ministro, Tony Blair, renuncie ao cargo em até um ano. Outros 42% gostariam de vê-lo abandonar hoje a chefia do governo. É isso o que aponta pesquisa publicada, neste domingo, pelo jornal News of the World. A pesquisa mostrou ainda que apenas 21% dos britânicos querem ver o premiê disputar um quarto mandato eleitoral, algo que ele mesmo já descartou publicamente. Além disso, um terço dos 1.012 adultos entrevistados não querem ver Blair nem seu ministro das Finanças, Gordon Brown, à frente do governo. Popularidade As entrevistas revelaram uma rápida queda na popularidade do atual primeiro-ministro. Isso porque, em novembro passado, apenas 28% dos britânicos defendiam sua renúncia imediata. Além disso, em menos de dois anos, Blair também perdeu os nove pontos de vantagem que tinha sobre Brown, em termos de popularidade. Perguntados agora sobre qual dos dois seria o melhor primeiro-ministro, 30% dos entrevistados responderam tanto a favor de um como a favor do outro. Mas, em junho, 45% preferiam Blair, contra 34% que optavam por Brown. A porcentagem dos britânicos que acham que nenhum dois é o homem mais adequado para a chefia do governo também deu um salto: passou de 9% para 31%, desde a sondagem de junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.