Maioria dos israelenses apóia Estado palestino

A maioria dos israelenses apóia um Estado palestino, o congelamento de novos assentamentos e a retirada das forças de Israel da Cisjordânia e da Faixa de Gaza, segundo pesquisa. O levantamento, publicado pelo jornal Ma´ariv, mostra que 59% dos israelenses apóiam o congelamento da construção de novos assentamentos nos territórios ocupados, enquanto que 57% concordam com o estabelecimento de um Estado palestino - pontos-chave na primeira e na segunda fases, respectivamente, do chamado "roteiro da paz".A pesquisa mostrou também que 62% dos israelenses apóiam uma retirada dos militares de Israel da Cisjordânia e da Faixa de Gaza, enquanto que 32% se opõem à proposta. A sondagem foi publicada um dia depois que o primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, e o premier palestino, Mahmud Abbas, se reunirem pela segunda vez em duas semanas para discutir o "roteiro", um novo plano de paz para o Oriente Médio. A primeira fase do plano requer declarações de cada lado reconhecendo os direitos à soberania e à segurança do outro.Quando perguntados se Sharon estava sendo sincero quando defendeu, na semana passada, o fim da "ocupação" israelense dos territórios palestinos, apenas 25% dos pesquisados afirmaram que "sim", enquanto que 67% disseram que a afirmação do premier não passou de relações públicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.