Maioria israelense é a favor de Estado palestino

Uma semana depois de o ministro de Relações Exteriores de Israel, Shimon Peres, ter provocado uma tempestade política ao dizer perante as Nações Unidas que seu povo apóia a criação de um Estado palestino, o resultado de uma pesquisa publicada hoje confirma sua afirmação. A pesquisa da Gallup, publicada no jornal Maariv, mostra que 59% dos israelenses entrevistados apóiam a criação de um Estado palestino e 36% se opõem à idéia. Outros 5% disseram não ter ainda uma posição definida. Ministros de linha dura, entre eles membros do Partido Likud, liderado pelo primeiro-ministro Ariel Sharon, pediram a destituição de Peres após ele afirmar em 15 de novembro, perante a Assembléia Geral da ONU, que seu povo "apóia a independência palestina e o Estado palestino". Peres, que representa o moderado Partido Trabalhista no governo de coalizão de Sharon, disse depois que não vê "outra solução, seja para os palestinos, seja para nós, para a paz futura", que não seja a um ?Estado palestino na margem ocidental (do rio Jordão) e na Faixa de Gaza". A pesquisa também indicou que 73% dos entrevistados acreditam que surgirá um Estado palestino, independentemente de sua opinião pessoal a respeito. Na sondagem, com margem de erro de 4,5%, foram entrevistados 544 israelenses adultos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.