Maioria na Crimeia vota a favor de anexação à Rússia, diz boca de urna

Pesquisa registra 93% dos votos a favor da anexação do território em referendo; EUA continuam criticando votação

Agência Estado

16 de março de 2014 | 15h57

Pesquisas de boca de urna dizem que 93% dos eleitores votaram a favor da anexação da Crimeia à Rússia, informa a imprensa russa. As autoridades da Crimeia disseram que o comparecimento as urnas foi alto e podia-se ouvir música da era soviética em alguns dos locais de votação.

A capital da Crimeia, Simferopol, já comemora uma potencial anexação à Rússia. Pessoas carregando bandeiras russas se reuniam na Praça Lenin, no centro da cidade, para um concerto de artistas pop russos. Palavras como "Primavera Crimeia" e "Feliz Crimeia" eram projetadas na fachada de um edifício com letras verdes enquanto uma multidão cantava uma canção soviética acompanhando os músicos no palco.

O resultado oficial do referendo deve ser anunciado mais tarde, disseram autoridades. As urnas foram fechadas às 20h locais, 15h de Brasília.

Os Estados Unidos continuam criticando a votação, mesmo antes do resultado oficial, que deve ser conhecido amanhã. A Casa Branca disse neste domingo que o referendo para unificação da região à Rússia contradiz a constituição da Ucrânia e que não reconhecerá o resultado do referendo. O referendo ocorrem em meio a "ameaça de violência e intimidação do exército russo, o que viola a lei internacional", diz a Casa Branca.

Governos do Ocidente, inclusive os Estados Unidos, ameaçam impor sanções contra a Rússia se o país concordar em anexar a Crimeia após a tabulação do resultado.

 

O presidente da Comissão Europeia - braço executivo da União Europeia - José Manuel Durão Barroso, e o presidente do Conselho Europeu, Herman van Rompuy, divulgaram neste domingo um comunicado no qual afirmam que o referendo sobre a anexação da Crimeia à Rússia é ilegal e não terá seu resultado reconhecido pelo bloco. Fonte: Dow Jones e Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
CrimeiareferendoRússiaUcrânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.