Maioria que chega tem boa qualificação

Os haitianos que chegam em massa ao Brasil são, em sua maioria, trabalhadores qualificados e bem informados sobre as oportunidade de emprego no mercado brasileiro. "Há indícios de que eles se instruíram, antes de viajar, sobre os setores do País em expansão e as chances de inserção", disse o presidente do Conselho Nacional de Imigração, Paulo Sérgio de Almeida.

O Estado de S.Paulo

15 de janeiro de 2012 | 03h07

Em geral, eles levam poucos meses para obter emprego. Há até profissionais de nível superior, entre os quais professores de

francês.

Desde sexta-feira, está em vigor a resolução que autoriza a concessão de 2,4 mil vistos nos próximos dois anos para famílias de haitianos que pretendem migrar para o Brasil. O documento, válido por cinco anos - renovável - dá direito ao haitiano de trabalhar em condições de igualdade com os brasileiros e de trazer a família para o País. / VANNILDO MENDES, BRASÍLIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.