Mais 17 corpos são achados em vala comum no México

Mais 17 corpos foram retirados de valas comuns descobertas no mês passado no Estado mexicano de Durango, informaram autoridades locais neste domingo. A descoberta eleva a 218 o número de corpos desenterrados nas últimas semanas em Durango. Em abril, 183 corpos haviam sido encontrados em valas comuns em Tamaulipas, outro Estado do norte do México.

AE, Agência Estado

15 de maio de 2011 | 14h00

A secretaria de segurança pública de Durango informou que um saco repleto de ossos foi encontrado junto com os corpos, desenterrados ontem. Investigadores optaram por não especular sobre a origem das valas comuns, mas cartéis do narcotráfico têm sido acusados de sepultar suas vítimas em valas comuns em outros Estados do norte do México.

Os cartéis de Sinaloa, Los Zetas e Beltrán Levya lutam pelo controle do crime organizado em Durango. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxiconarcotráficovalas comuns

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.