Mais 2 dissidentes serão libertados, diz Igreja

CUBA

, O Estado de S.Paulo

23 de março de 2011 | 00h00

A Igreja Católica de Cuba informou ontem que o governo de Havana vai libertar os últimos dois prisioneiros políticos detidos desde a ampla repressão contra dissidentes de 2003. A medida concluirá a libertação de 75 importantes intelectuais, líderes opositores e ativistas que foram encarcerados por acusações que incluem traição à pátria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.