Mais 3 jornalistas desaparecem

Dois jornalistas da agência de notícias "France Presse" e um fotógrafo da Getty Images que estavam trabalhando na Líbia desapareceram na manhã de sábado perto da cidade de Tobruk, no leste do país. Dave Clark e Roberto Schmidt, da "AFP", e Joe Raedle, da Getty Images, estavam a caminho de uma entrevista com opositores do regime de Muamar Kadafi. Quatro jornalistas do "New York Times" estão detidos pelas forças de Kadafi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.