Mais 40 partidos querem adiar eleição no Iraque

Cerca de 40 pequenos partidos políticosiraquianos - a maioria composta por agremiações muçulmanassunitas - exigiram o adiamento, por seismeses, das eleições marcadas para 30 de janeiro de 2005 noIraque, mas não recomendaram a seus simpatizantes que boicotem opleito. Os partidos e líderes tribais ecoaram as preocupações de outros políticos sunitas, mais influentes,e analisaram que as imensas regiões onde a resistência ao governo provisório é maisforte não são seguras para a realização dopleito, fazendo com que centenas de milhares de pessoas evitemir às urnas. "Isso significa que a assembléia escolhida nessa votação nãorepresentará a todos e carecerá de legitimidade", disseram oslíderes num comunicado divulgado depois de um encontro comjornalistas em Bagdá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.