Mais 47 crianças têm altos níveis de chumbo no sangue

Mais 47 crianças chinesas foram diagnosticadas com altos níveis de chumbo no sangue na província oriental de Fujian, após o escândalo ocorrido em setembro no norte do país, que afetou duas mil pessoas, publicou o jornal "China Daily". As autoridades sanitárias encontraram níveis de chumbo superiores a 100 miligramas por litro de sangue, quantidade considerada como alta, após duas análises feitas pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças da cidade de Sanming. Um dos colegiais, Luo, de sete anos, foi hospitalizado com um nível de chumbo de 261 gramas, que indica uma intoxicação moderada por este metal. Todas as crianças são estudantes do primeiro grau de um colégio do povoado de Qili. Uma fundição de chumbo estabelecida na cidade parece ser a responsável pela intoxicação, segundo as autoridades ambientais locais, que ordenaram o fechamento da fábrica da companhia Meiheng Smelting após descobrir em uma inspeção que ainda utilizavam técnicas proibidas por sua alta contaminação. Uma primeira análise de 139 crianças deu resultados positivos em 82 casos, mas um segundo teste diminuiu o número para 47. No entanto, os casos poderiam aumentar, já que as autoridades sanitárias ainda esperam os resultados das análises realizadas em outras 50 crianças menores de quatro anos. Em setembro, a China se comoveu ao descobrir que 954 crianças da província nortista de Gansu tinham níveis de chumbo no sangue superiores a 100 miligramas, 250 das quais tiveram que ser hospitalizadas, depois que uma fundição ilegal intoxicasse duas mil pessoas, em agosto.

Agencia Estado,

05 Novembro 2006 | 03h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.