Mais comandos americanos chegam ao Afeganistão

Comandos americanos lançaram-se hoje numa série de missões secretas em território afegão, somando-se aos ataques realizados, pelos rangers do Exército, a um aeroporto controlado pelo Taleban e a uma das residências do mulá Mohammed Omar, principal líder da milícia radical. As informações foram dadas por fontes militares dos Estados Unidos. Embora nem Omar e nem outros líderes do Taleban ou da al-Qaeda estivessem presentes ao local no momento do ataque, o general Richard B. Myers, chefe do Estado-Maior americano, disse que os rangers haviam ?atingido nossos objetivos?. Aviões americanos já haviam bombardeado outras bases de Omar, mas segundo o general Myers, a casa tomada pelos rangers ainda não havia sido atingida. Ele disse que havia alguma esperança de que as tropas encontrassem o mulá no local. O general não informou se afegãos foram feitos prisioneiros, mas disse que material de inteligência foi coletado para análise. O general descreveu a resistência do Taleban como ?leve?. Um pequeno esconderijo de armas foi descoberto no aeroporto e destruído, disse. Um ?número indefinido? de soldados talebans teria sido morto ou ferido. A residência de Omar ficava a pouco distância da principal base do Taleban, na cidade de Kandahar, disse outra fonte. Dois americanos morreram em um acidente com um helicóptero no Paquistão. Outros três se feriram na queda de um helicóptero Black Hawk, e dois rangers sofreram ferimentos durante a descida de pára-quedas em solo afegão, disse Myers. O general se recusou a falar sobre outras possíveis incursões americanas no Afeganistão. Outro alto oficial, que falou sob a condição de não ter sua identidade revelada, disse que missões especiais, que deveriam permanecer secretas ?mesmo depois de encerradas?, estavam em andamento ao longo do dia de hoje. O oficial não deu novos detalhes. Os rangers desceram de pára-quedas sobre o aeroporto a partir de um MC-130E Combat Talon, uma aeronave especial para vôos noturnos de baixa altitude. As autoridades não explicaram como os rangers chegaram à residência de Omar. Myers apenas disse que ?vários? tipos de aeronave foram usados. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.