Mais de 1/2 dos iemenitas precisa de ajuda humanitária

Mais da metade da população do Iêmen vai precisar de ajuda humanitária este ano. O alerta foi feito nesta quinta-feira pelo coordenador de ajuda humanitária da Organização das Nações Unidas (ONU) no país, Johannes Van Der Klaauw.

AE, Agência Estado

15 Maio 2014 | 16h17

De acordo com ele, 10,5 milhões de iemenitas não dispõem de comida suficiente para se alimentar, 13 milhões não têm acesso a água potável e a serviços de saneamento básico e 8,6 milhões estão sem acesso a serviços médicos. O Iêmen tem 14,7 milhões de habitantes.

Van Der Klaauw disse ainda que apenas 18% dos US$ 591,6 milhões necessários para que a ONU atue no país foram depositados até agora. Ele conclamou os doadores internacionais a serem mais generosos ao colaborarem. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
ONU Iêmen

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.