Mais de 1.300 mortes pelo calor em Portugal

O Ministério de Saúde de Portugal informou que a onda de calor que se abateu sobre a Europa deixou um saldo provável de mais de 1.300 mortos no país. Até agora, o governo português não havia fornecido um dado oficial sobre as mortes relacionadas direta ou indiretamente às altas temperaturas, que na França causaram o falecimento de mais de 10.000 pessoas. Na Espanha, o número oficial de mortos é de 100 até agora, mas a mídia local acredita que o número real pode ser bem maior. Na Holanda, segundo dados oficiais do governo, de 500 a 1.000 pessoas morreram de calor desde junho. Na Alemanha, o número de falecimentos é de 30. A maioria dos mortos pelo calor na Europa é de idosos e pessoas doentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.