Mais de 141 morreram em ataque com mísseis

As forças do ditador sírio, Bashar Assad, dispararam ao menos quatro mísseis balísticos contra uma área residencial de Alepo na semana passada. Mais de 141 pessoas - entre elas 71 crianças - foram mortas, segundo um relatório detalhado da ONG Human Rights Watch publicado na terça-feira. O bombardeio já tinha sido denunciado e um vídeo com imagens da destruição foi publicado na internet.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.