Mais de 30 candidatos a presidente no Irã

Mais de 30 aspirantes, incluindo uma mulher, inscreveram-se nesta quarta-feira para as eleições presidenciais de 8 de junho no Irã, mas o popular presidente atual, Mohammad Khatami, ainda não anunciou se irá candidatar-se a um novo mandato de quatro anos. Farah Khosrawi, de 47 anos e solteira, registrou-se nesta quarta como candidata pelo movimento Jamiat Iran Farda, de tendência conservadora. Khosrawi - descrita pela agência iraniana Irna como "liberal" - é doutora em Matemática e já trabalhou no ministério das Ciências e na universidade. Nesta quarta pela manhã, ela foi um dos primeiros aspirantes a registrar sua candidatura e, ao lado de seus correligionários, distribuiu flores aos jornalistas presentes. "Se as mulheres têm o direito de votar, elas (também) têm o direito de se eleger", disse Khosrawi aos jornalistas. Nas eleições de 1997, outra mulher se apresentou para disputar a presidência, mas sua candidatura foi rejeitada porque a Constituição não afirma claramente se as mulheres têm ou não esse direito, e os intérpretes da Carta têm opiniões divergentes sobre o tema. Segundo a Irna, 35 candidatos se registraram até três horas após a abertura das inscrições na Justiça eleitoral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.