Mais de 300 crianças são resgatadas após investigação sobre pornografia

Polícia prendeu 108 pessoas no Canadá, 76 nos Estados Unidos e 164 na Europa

O Estado de S. Paulo

14 de novembro de 2013 | 14h46

TORONTO - A polícia canadense informou que uma investigação sobre pornografia infantil levou ao resgate de 386 crianças ao redor do mundo e à detenção de 348 pessoas.

A polícia de Toronto descreveu a operação Projeto Spade como um dos maiores golpes à pornografia infantil que eles já viram.

As investigações começaram com um homem morador de Toronto, acusado de dirigir uma empresa que em 2005 distribuía vídeos de pornografia infantil. A polícia disse que 108 pessoas foram detidas no Canadá e 76 nos Estados Unidos. As demais foram presas na Europa. Dentre elas há professores, médicos e atores.

Segundo a polícia, o canadense instruía pessoas ao redor do mundo sobre a criação de vídeos com crianças entre 5 e 12 anos e então distribuía as imagens para clientes internacionais./AP

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    Canadápornografia infantil

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.