Mais de 40 operações militares realizadas no Iraque após morte de Zarqawi

Um fluxo de informações obtido com o êxito do ataque que resultou na morte de Abu Musab al-Zarqawi deu um novo ânimo para as tropas americanas no Iraque. Após a morte do terrorista jordaniano, na noite de quarta-feira, o exército dos EUA fizeram cerca de 40 operações noturnas em um esforço extra para acabar com a influência do grupo terrorista na cidade após o vácuo deixado pela perda de um de seus principais líderes.Zarqawi foi morto na noite de quarta-feira durante um bombardeio americano a seu esconderijo, na cidade de Hibhib. Junto com ele, outras sete pessoas morreram em decorrência na ação.Um dia após a morte do terrorista jordaniano, pelo menos cinco carros-bomba mataram quase 40 pessoas e feriram outras dezenas. Um outro atentado com uma bomba colocada ao lado de uma estrada, ao norte de Mosul, atingiu uma patrulha policial matando uma pessoa e ferindo outras duas. Três trabalhadores de uma refinaria de petróleo foram baleados e mortos perto de Tikrit.O major general Bill Caldwell, porta-voz do exército americano, informou que 39 ações ofensivas foram executados pelas tropas de coalizão por todo o Iraque durante a noite de sexta-feira. O porta-voz informou ainda que pelo menos 24 pessoas foram presas e uma morta durante as operações. Caldwell também mostrou fotos de depósitos de armas escondidos, passaportes falsos encontrados, placas de carro falsificadas e até um cinto de explosivos utilizado por suicidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.