AFP
AFP

Mais de 40 pessoas são mortas ao redor da Síria nesta terça-feira

Oposição acusa governo de matar 20 durante funeral em Khan Sheikhun

AE, Agência Estado

15 Maio 2012 | 14h38

BEIRUTE - Pelo menos 43 pessoas foram mortas na violência ao redor da Síria nesta terça-feira, 15, incluídas 20 a tiros por forças do governo quando participavam de um funeral de um homem morto na segunda-feira, afirmou o Observatório Sírio pelos Direitos Humanos, grupo da oposição que opera em Londres.

Veja também:

linkCarro da ONU é danificado em explosão na Síria

tabela ESPECIAL: Primavera Árabe

O grupo afirma que o governo matou 20 pessoas em Khan Sheikhun, um cidade na província de Idlib, perto da Turquia, enquanto as outras 23 pessoas foram mortas em outros episódios violentos ao redor do país, informa a agência France Presse (AFP).

O Observatório afirmou que as mortes ocorreram no momento em que a missão de observadores da Organização das Nações Unidas (ONU) visita a província de Idlib. "O regime sírio cometeu um massacre nesta terça-feira durante a visita dos monitores da ONU a Khan Sheikhun" afirmou o grupo, que pediu investigação internacional sobre o episódio.

As informações são da Dow Jones

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.