Mais de 5.000 estrangeiros já deixaram a Costa do Marfim

O número de estrangeiros retirados às pressas da Costa do Marfim depois do início de violentos distúrbios já superou a marca dos 5.000, informou nesta segunda-feira o Exército da França.Apesar disso, estima-se que mais de 10.000 cidadãos estrangeiros de países africanos, que não tinham esperança de fugir de avião, escaparam pela fronteira terrestre com nações vizinhas.O êxodo de estrangeiros começou na quinta-feira passada, depois de cinco dias consecutivos de distúrbios e saques promovidos por simpatizantes do presidente Laurent Gbagbo contra soldados e civis franceses e cidadãos de outros países, especialmente os ocidentais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.