Mais de 60 taleban foram mortos, diz Exército

Mais de 60 supostos talebans morreram e seis soldados afegãos ficaram feridos em vários combates entre forças da Otan e do Exército afegão e grupos armados rebeldes em Bermal, naprovíncia de Paktia, no leste do país e junto à fronteira com o Paquistão.Segundo o general Murad Ali, comandante-em-chefe do Exército afegão na área, 20 supostos talebans morreram numa primeira operação, quando forças da Otan e do Exército atacaram um acampamento taleban, erguido para invadir uma base da Aliança.Outros 40 guerrilheiros morreram horas depois, num bombardeio aéreo contra o acampamento taleban. Segundo o general Ali, oito dos supostos talebans eram de origem paquistanesa. Seus corpos foram entregues a líderes tribais do país após os combates.No último dia 9, 37 rebeldes morreram e um soldado da Força para a Assistência à Segurança (Isaf) acabou ferido em dois confrontos com tropas da Aliança no sul e no norte do país.Este foi o ano mais sangrento no Afeganistão desde a invasão por parte de uma coalizão internacional liderada pelos EUA, em 2001. Desde janeiro, foram cerca de 2.000 mortos em diferentes incidentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.