Mais de 640 feridos em crise na Rússia; 330 são crianças

A agência de notícias russa ITAR-Tass informa que mais de 640 pessoas foram hospitalizadas após a invasão, por tropas, de uma escola russa tomada por terroristas, e que 70% dos reféns detidos eram crianças. Autoridades informam que 332 crianças estão entre os feridos na crise. Mortos devem passar de 150. Uma estação de TV noticia que três dos seqüestradores foram presos tentando escapar da escola em trajes civis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.