Mais de 770 são internados com disenteria da Rússia

Um surto de disenteria causou a internação de pelo menos 775 pessoas no sul da Rússia, informaram autoridades dos serviços locais de emergência nesta quinta-feira. As autoridades atribuíram o surto a produtos provenientes de um laticínio em Kropotkin, na região de Krasnodar, cerca de 1.200 quilômetros ao sul de Moscou. O laticínio teve suas portas fechadas pelas autoridades sanitárias, e a venda de produtos está proibida. O governador da região, Alexander Tkachev, informou hoje que o diretor do laticínio, Alexander Lasukov, foi demitido, segundo a agência de notícias ITAR-Tass.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.