Mais de cem ligados ao crime organizado são presos nos EUA

Operação contra famílias criminosas é deflagrada pelo FBI em Nova York, Nova Jersey e Rhode Island

estadão.com.br

20 de janeiro de 2011 | 11h59

NOVA YORK - O FBI (a Polícia Federal dos EUA) prendeu nesta quinta-feira, 20, mais de cem pessoas de sete famílias criminosas em operações articuladas nos Estados de Nova York, Nova Jersey e Rhode Island. Os detidos são acusados de assassinato, formação de quadrilha e extorsão, segundo informações do jornal americano The New York Times.

 

Alguns dos crimes foram cometidos pelos suspeitos nos anos 80 e 90. Os detidos são desde membros do baixo escalão das famílias criminosas até funcionários corruptos do governo. A operação é a maior já realizada pelas autoridades federais americanas contra o crime organizado.

 

O advogado-geral do governo americano, Eric Holder, deve se pronunciar ainda nesta quinta-feira sobre a operação e anunciar as acusações dos detidos. Além do FBI, órgãos como o Departamento de Combate aos Narcóticos e as polícias de Nova York e Nova Jersey participaram das operações.

 

As prisões ocorrem justamente quando autoridades federais e locais se mostravam preocupadas com o ressurgimento do crime organizado nos EUA após duas décadas de combate que enfraqueceram a máfia.

Tudo o que sabemos sobre:
Nova YorkMáfiaEUAcrime organizado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.