Yan Yan/AP
Yan Yan/AP

Mais de cem são resgatados de mina inundada há uma semana na China

Pelo menos 153 pessoas estavam presas desde acidente no domingo retrasado.

BBC Brasil, BBC

05 de abril de 2010 | 05h06

PEQUIM - Pelo menos 114 mineiros que estavam presos por mais de uma semana em uma mina inundada na China foram resgatados com vida no decorrer da noite do domingo, 4, informaram as autoridades chinesas.

Membros da equipe de emergência, parentes e amigos que aguardavam do lado de fora celebravam enquanto os mineiros eram puxados para a superfície, um após o outro.

Ainda não se sabe ao certo quantas pessoas ainda estão presas na mina, na província de Shanxi, no norte do país. O local de escavações foi inundado no domingo retrasado, depois que os mineiros quebraram uma parede que dava acesso a um túnel abandonado.  As estimativas iniciais eram de que 153 mineiros tinham ficado presos na mina inundada.

Resgate

 

Os sobreviventes se prenderam com cintos na parede da mina quando a água começou a jorrar. Muitos ficaram presos à parede por vários dias, e conseguiram se salvar ao entrar em um vagão flutuante que passou pelo local.

 

Pelo menos 3 mil pessoas vinham trabalhando dia e noite para tentar bombear a água da mina. As equipes de resgate entraram na mina na noite de domingo, quando encontraram o primeiro grupo de nove sobreviventes.

Ao serem retirados, os mineiros eram levados a ambulâncias. Alguns estavam em estado precário de saúde e tiveram seus rostos cobertos para proteger os olhos da luz. "Que fantástico estar no solo e na superfície novamente", disse um sobrevivente, de 27 anos. "Eu tenho duas filhas e um filho. Eu tinha que trabalhar como mineiro para ganhar dinheiro para eles", disse outro chinês resgatado de 45 anos ao jornal China Daily.

Alguns dos integrantes da equipes de resgate chamaram de milagre a retirada de mais de cem sobreviventes da mina inundada. "É um milagre. Vale todos os nossos esforços sem dormir por vários dias", disse o trabalhador de resgate Wei Fusheng.

Sinal

Na sexta-feira, depois de vários dias, as equipes de resgate finalmente ouviram o som de alguns mineiros batendo em canos - o que indicava que eles ainda estavam vivos.

As equipes enviaram, através de cano, canetas, papel, comida e bebida, mas não houve nenhum outro sinal dos mineiros no sábado. Mais de cem pessoas conseguiram escapar da mina no dia do acidente.

A China possui algumas das minas de carvão mais perigosas do mundo. A queima de carvão é uma das principais fontes de energia do país.

A maioria dos acidentes é atribuída à falta de segurança das instalações. Segundo estatísticas oficiais, 2.631 mineiros morreram em 1.616 acidentes em 2009 na China, uma queda de 18% em relação ao ano passado.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.