Mais de US$ 4 bi foram desviados de Angola, diz ONG

Mais de US$ 4 bilhões em receitas com petróleo desapareceram dos cofres de Angola entre 1997 e 2002, denunciou o grupo de direitos humanos Human Rights Watch (HRW) através de um comunicado distribuído na cidade sul-africana de Johannesburgo. "Enquanto o angolano comum sofria devido a uma profunda crise humanitária, seu governo ignorava o desaparecimento de uma soma colossal de dinheiro", disse Arvind Ganesan, diretor do HRW, com base em Nova York. "Isto afetou seriamente a vida dos angolanos".O governo do presidente José Eduardo dos Santos negou qualquer irregularidade, alegando que o sumiço do dinheiro poderia ser explicado pela flutuação do preço do petróleo no mercado internacional. Angola é um dos maiores exportadores de petróleo da região subsaariana, perdendo apenas para a Nigéria. Durante a guerra contra o grupo rebelde Unita, que durou 27 anos, até 2002, boa parte do dinheiro do petróleo era utilizada para financiar as forças militares do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.