Mais perto da aprovação, Romano Prodi ganha novo aliado

O senador independente Luigi Pallaro, eleito com os votos de italianos residentes na América do Sul, anunciou nesta terça-feira, 27, que dará o voto de confiança ao governo de Romano Prodi, deixando assim mais palpável a possibilidade de sua aprovação na Câmara Alta.Prodi renunciou após sua coalização de centro-esquerda ter sido derrotada em votação para a missão militar italiana no Afeganistão e em outros âmbitos políticos. Mas no sábado, 24, o presidente do país pediu que Prodi ficasse no cargo e colocou seu governo em votação parlamentar."Disse ao primeiro-ministro Prodi que darei meu voto de confiançapara dar continuidade à ação do governo", afirmou Pallaro, cujadecisão até hoje era uma incógnita.Pallaro acrescentou "que as pessoas com bom senso saberãoanalisar o que significa uma crise neste momento e o que significatentar buscar uma solução", disse para justificar a decisão.Com o voto do senador ítalo-argentino, a coalizão de centro-esquerda no poder, L´Unione, pode começar a respirar tranqüila no Senado, pois teria os 158 votos necessários para aprovar a confiança no atual governo, além do apoio dos senadores vitalícios.Prodi contaria com 156 votos dos senadores escolhidos nas urnas,entre eles os dois "rebeldes" comunistas Fernando Rossi e FrancoTurigliatto, que com sua abstenção na última quarta-feira causaram aderrota em uma votação sobre política externa, provocando a renúnciado premier.Além do apoio de Pallaro, o governo contará com o apoio do membroda oposição e ex-líder da União Democrata Cristã (UDC) MarcoFollini e com cinco senadores vitalícios, entre eles odemocrata-cristão Giulio Andreott.A votação da moção de confiança no governo começará naquarta-feira às 19h30 (15h30 de Brasília) no Senado e depois, nasexta-feira, será realizada na Câmara Baixa.Prodi comparecerá nesta terça no Senado para fazer o discurso no qual pedirá o voto de confiança no seu governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.