Mais soldados da Grã-Bretanha são enviados ao Afeganistão

A Grã-Bretanha enviará mais 4.000 soldados ao Afeganistão ao longo dos próximos meses, quando a missão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) se expandirá para uma perigosa região repleta de supostos seguidores da milícia fundamentalista islâmica Taleban e da rede extremista Al-Qaeda, informou o governo britânico nesta quinta-feira.O secretário de Defesa da Grã-Bretanha, John Reid, disse que o contingente britânico no Afeganistão atingirá brevemente um pico de 5.700 homens, mas cairá para menos de 4.700 assim que um batalhão de engenharia concluir a construção de uma base para os soldados do país até julho.Enquanto isso, o disparo de um foguete contra um posto de checagem resultou na morte de dois oficiais de polícia em Paktika, no leste do Afeganistão, informaram autoridades locais. Dois oficiais também ficaram feridos.Em Kunar, outro ponto do leste afegão, a explosão de uma bomba no acostamento de uma estrada deixou dois soldados americanos feridos no momento da passagem de um comboio militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.