Mais três reféns estrangeiros libertados no Iraque

Três reféns estrangeiros foram libertados no Iraque. Entre eles está o árabe-israelense Nabil Georges Yaaqub Razzuq, que tinha sido seqüestrado dia 8 e acusado de espionar para Israel. Nascido de uma família cristã palestina, Razzuq, de 30 anos, se naturalizou israelense há alguns anos e trabalhava no Iraque para a organização americana Research Triangle Institute.O governo da Suíça anunciou a libertação de dois cidadãos suíços, que ficaram 48 horas em poder de um grupo desconhecido. Eles trabalham para uma organização não-governamental. Cerca de 50 estrangeiros foram tomados como reféns nas últimas semanas no Iraque, mas a maioria foi libertada sem ferimentos.Um guarda de segurança sul-africano foi morto com um tiro na cabeça em um supermercado em Bagdá. Segundo testemunhas, um homem usando roupas árabes e um turbante chamou o segurança - que protegia membros da coalizão que trabalhavam no Ministério de Saúde Pública - de judeu e disparou contra ele e um intérprete iraquiano, que ficou ferido.A hostilidade contra Israel pelo tratamento dado aos palestinos tem aumentado recentemente no Iraque, assim como no mundo árabe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.