Mais um brasileiro pode ser condenado à morte na Indonésia

Um segundo brasileiro pode ser condenado à morte na Indonésia, por narcotráfico. De acordo com a agência France Presse, trata-se de um paulista, preso com 6 kg de cocaína escondidos em uma prancha de surfe. A prisão ocorre dois meses depois de o carioca Marco Archer Cardoso Moreira ter sido condenado à pena de morte por tentar traficar 13,4 kg de cocaína. Na Indonésia, o narcotráfico é passível de pena de morte por fuzilamento.A prisão do traficante, um paulista de 32 anos, cujo nome e cidade de origem não foram revelados, ocorreu sábado, no aeroporto de Jacarta, mas só foi revelada ontem. De acordo com o Itamaraty, o paulista foi preso com outros dois brasileiros, mas as autoridadades os inocentaram de envolvimento com o tráfico. Edward Silitonga, chefe da alfândega, disse que ele tentava entrar com a droga embutida numa prancha de surfe.O Itamaraty não se pronunciou sobre a prisão, mas nestes casos acompanha o processo judicial para garantir que o réu tenha seus direitos humanos e jurídicos respeitados pelo país onde será julgado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.